Ménage

Dedurado por Nathalia Almeida em 22:49

Vamos lá...No mènage feminino não existe bissexualismo. O fato de duas mulheres transarem na presença de um homem não faz delas lésbicas ou bissexuais. Esse tipo de relacionamento, graças à influência do vídeo, é encarado com muito tesão pelo macho. Nada de ciúme, pois duas fêmeas se tocando são preliminares para o ato. Entre elas vale tudo. Beijo na boca, sexo oral e até penetrações com dedos e brinquedinhos. Tudo numa boa. O homem incentiva e quer mais.Porque eles adoram ver mulheres em plena intimidade,fato.

A mulher é vista como lésbica ou bissexual quando transa exclusivamente com outras mulheres. E há uma certa dose de paixão. Amor e tesão,além daquele ciúme básico e possesividade na relação que as vezes parece ser perfeita. No mènage é tudo diversão, um casal em ação procurando superar seus limites, realizando fantasias,sem aqueles pensamentos estúpidos de que pode ou não ser traição. Porém, o que vale para as mulheres ainda não vale para os homens.

No mènage masculino, quando um homem se interessa por outro, o bissexualismo é comprovado.As revistas masculinas estão cheias de anúncios e relatos de leitores interessados em satisfazer casais nos quais o marido tem desejos bissexuais. Existem quatro tipos de propostas de mènage masculino. A primeira visa ao marido voyeur que deseja ver sua mulher transando com outro homem...Deve ser legal e complicado ficar só olhando e não entrar na diversão A maioria dos maridos quer presentear sua mulher com um amante fogoso, bem dotado, capaz de proporcionar a ela muitos orgasmos.A maioria dos homens não consegue partilhar a cama com outro macho. Impregnados pelo machismo, a proximidade do outro inibe de tal maneira que não consegue segurar a ereção.

Muitos maridos, cientes disso, deixam que role a transa e esperam que gozem para entrar em ação. Outros sobem na cama e saboreiam o gozo ainda fresco do amante, lambendo o corpo de sua mulher,é nojento isso,mas tem quem goste né.É comum os casais que praticam o mènage dispensar a camisinha entre eles, mas a exigindo do amante,acho isso um absurdo. Esse é o seu diferencial. Se num clube de swing um casal está transando sem camisinha é a senha para se entender: são marido e mulher,mas normalmente custumam procurar esses clubes para apimentar a relação. Existem confiança, responsabilidade e muito respeito entre os casais adeptos da relação sexual aberta,não é aquela sacagem sem noção que você imagina..Muitos maridos procuram um homem para sua mulher com o objetivo de dar a ela a oportunidade de brincar com os dois ao mesmo tempo. E isso é muito gostoso, e realmente caracteriza um mènage, talvez a raiz dessa ousada proposta.

Pode-se imaginar dezenas de variações possíveis numa relação a três da qual todos participam. Que mulher não adoraria fazer sexo oral enquanto é penetrada por outro?O sexo oral é a tecla "começar" de uma boa relação sexual. Uma mulher cercada de homens, podendo escolher um e outro para por na boca, é uma mulher feliz. Uma mulher feliz pode ousar e querer mamar os dois ao mesmo tempo,isso é o céu. Dois homens sem preconceitos,totalmente excitados, cientes que estão ali para dar prazer a ela, não vão se incomodar de juntar os membros para satisfazer o capricho dela[tipo uma penetração dupla vaginal ou anal.

Muitos machos recuam, amolecem, não conseguem ver esse contato como parte do jogo, mas como um fantasma ameaçador à sua condição de homem e acabam broxando. Para a mulher ter dois membros na boca, os homens precisam estar bem próximos. Poucos se sentem à vontade. Principalmente na primeira vez.A dupla penetração é a proposta maior do mènage masculino. A mulher que gosta de ser penetrada atrás tem como tara especial sentir dois homens dentro dela ao mesmo tempo. Normalmente o marido tem a prioridade na penetração anal. O amante fica por baixo e ela fica em cima deste, empinando o traseiro para o marido. O contrário quase sempre é um fracasso. O amante tem dificuldade em juntar seu membro ao do outro, mesmo sabendo que entre os orifícios existe uma firme membrana. A possibilidade de falhar é grande.

Difícil mesmo é a dupla vaginal. Mulheres muito fogosas querem sentir-se bem preenchidas. Juntar dois membros num orifício tão estreito é um verdadeiro desafio. Só com muita tara e cabeça bem resolvida dois machos realizam essa tarefa tão difícil.Muitos rapazes vão para o mènage cientes de que devem ceder um pouquinho ao marido, pois, afinal, estão possuindo sua mulher. Nada mais justo. Às vezes tudo o que o marido quer é dar uma pegadinha, brincar ou até mesmo, beijar o membro que vai penetrar sua mulher. O machão, amante potente e capaz de segurar a ereção mesmo fazendo essas concessões, não se sente um bissexual. E nem deveria passar por sua cabeça.Nos relatos é comum o convidado tirar seu membro de dentro da mulher e ser imediatamente engolido pelo marido.

Esse jogo é bastante excitante para os três. A mulher se delicia vendo seu marido se submeter ao mesmo membro que a possuiu. Muitos maridos pedem para o amante terminar em sua boca. Ou chupam o gozo espalhado sobre os seios ou acima do traseiro da amada.Esse homem que não se intimida na presença de outro está pronto para realizar todas as fantasias femininas. Dupla penetração, dupla vaginal ou duplo oral não fazem diferença para ele. O importante é praticar todas as variantes possíveis. Tirar o máximo do relacionamento. Esse é o melhor parceiro para o mènage. Se o outro for um macho do mesmo calibre - e o marido, com exceção do voyuer, sempre o é, pois é dele a iniciativa de ver sua mulher como outro - é totalmente divino.No mènage, bissexual é sempre o marido.

O homem que vai servir ao casal apenas faz concessão para ter direito ao prêmio. Se a mulher pede que ele deixe o marido chupar, ele deixará, pois sabe que a mulher se entregará ainda mais. E se ela pedir para transar seu marido? Como um bom soldado a obedecerá. Em troca, terá tudo dela. Pelo menos é o que percebemos nos relatos que envolvem essa quarta e mais ousada proposta de mènage masculino.Muitos casais têm como tara encontrar um macho completo, capaz de brincadeiras sem restrições. E são muitos os anunciantes dispostos a montar nos dois, a realizá-los completamente

. O raciocínio do macho que topa tudo é a lógica absoluta: um orifício é um orifício, não importa o sexo! Uma boca é uma boca e ponto final! E aí tudo se completa,para que gosta é claro.Da mesma forma que as mulheres ganharam passe livre para transar com outras mulheres diante do marido, no futuro os homens certamente encontrarão o mesmo espaço junto à sua companheira para brincar com outros homens eu espero,assim homens não vão ter problemas com o fato de gostar de receber sexo anal as vezes[até com o velho vibrador pode ser legal], sem se sentir menos homem depois do contato final.

O mènage é o encontro de três seres com uma proposta única de prazer. Tudo o que rolar entre eles deve ser encarado naturalmente, uma tara de casal,na verdade do trio,rs.O termo bissexual masculino, a exemplo do feminino, ficará mais adequado aos homens que, mesmo gostando de mulheres, casados ou não, quando surge a oportunidade ou quando pinta o tesão, correm para os braços de outros machos. Nunca na condição de mènage. Se é comprometido, fará isso às escondidas, pois não admitirá dividir o homem, assim como não divide a mulher, com outra pessoa. Essa atitude de exclusividade por um homem ou por uma mulher, em momentos diferentes, caracterizará o comportamento bissexual.

Por enquanto está tudo muito nebuloso, e cada vez mais encontramos nas revistas especializadas homens dispostos a agradar o outro em troca de uma boa transa.Isso é totalmente natural e acredito que será a nova relação do futuro,rs.Perdão pelo longo texto,espero que vocês tratem de se jogar nessa nova relação...Beijos,me liguem...


Achei 

3 Deduradas

  1. Anônimo Said,

    nossa que fera eim ...oque o ser humano é capas de fazer ... nos podemos sobreviver de qualquer modo , menos sem sexo ...ks...mas e quando é mais de 3 ?
    tem mais liberdade ainda né !!!

    Posted on 18 de outubro de 2010 15:20

     
  2. j.ander-son Said,

    eu adorei essa ideia manager ne? tbm axo q pq um homen sente atraçao por outro ñ faz com q ele se torne menos homen eu por exemplo arrumaria alguem q topace o sexo a tres e ia querer saber como seria roçar o penis num saradao e tbm vejo da msm forma o fato de q uma boca é sempre uma boca e adoro a ideia de poder penetrar num cara malhado acho que o preconceito poderia ser bem menor se as novelas mostracem relaçoes a tres pra acabar com o tabu ñ vale so dzr ah eu eu coloquei um triangulo em que os tres se curtem na cama... ou por um casal gay sem que haja deles um beijo sequer durante a novela ... alias eu axo q se continuarmos a pensar q todo cara q sentre atraçao p/ otro é gay vai ter um monte d pais passando por vexame por conta do filho axar q é e gay ñ existe isso sexo é sexo de qualqr jeito ñ importa c o parceiro tem penis ou vagina e é delicioso d qualqr jeito!!!... ñ existe gay ou lesbica existe homem e mulher e Deus criou os dois sabendo q haveria possibilidades d um ter inveja do outro

    Posted on 19 de outubro de 2010 09:37

     
  3. Ricardo Said,

    Pertenço ao último modelo que vc se refere. Não me sinto menos homem, quando realizo o desejo de minha mulher que me pede para ter relações com outro homem. Seja sendo ativo ou passivo. O que temos em comum, é que nem eu nem ela, podemos beijar na boca nem penetrar o parceiro do outro.
    Penetração e beijo na boca, só entre eu e ela. Quanto ao resto, vale tudo!
    ricferrati@yahoo.com.br

    Posted on 21 de outubro de 2010 16:07